Aos domingos, 15h30
Reprise aos sábados, 11 horas
Na TV Brasil

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS: o que são brinquedotecas?

A Brinquedoteca, na definição da Professora Nylse Helena da Silva Cunha* é "um espaço preparado para estimular a criança a brincar, possibilitando o acesso a uma grande variedade de brinquedos .... é um lugar onde tudo convida a explorar, a sentir, a experimentar."

Nylse Cunha no Papo de Mãe
Uma Brinquedoteca pode ter vários objetivos, entre os quais:
• estimular o desenvolvimento integral das crianças
• valorizar o brincar e as atividades lúdicas
• possibilitar à criança o acesso a vários tipos de brinquedos e de brincadeiras
• enriquecer as relações familiares, através da participação dos adultos nas atividades infantis
• emprestar brinquedos
• desenvolver hábitos de responsabilidade e cooperação entre as crianças e entre crianças e adultos
Existem, no Brasil, e no mundo inteiro, Brinquedotecas que possuem um ou vários destes objetivos ou ainda com preocupações específicas, dependendo do contexto onde foram criadas.
Assim, encontramos Brinquedotecas:
• em hospitais, destinadas a amenizar o sofrimento das crianças internadas,
• terapêuticas, que auxiliam no trabalho com crianças portadoras de deficiências,
• anexas a Universidades, onde se realizam pesquisas sobre o desenvolvimento infantil e onde são testados novos brinquedos e brincadeiras,
• comunitárias, onde as relações de vizinhança são estimuladas,
• em clínicas psicológicas, quando colaboram no tratamento de crianças com dificuldades

Classificação das brinquedotecas:
Tentando classificar os diferentes tipos de Brinquedotecas, procuramos palavras para denominar aquelas que são independentes, que constituem uma empresa autônoma e que são completas, não apenas quanto aos recursos lúdicos que oferecem, mas também nos aspectos que se referem à formação dos profissionais que nelas atuam. Mas, ainda não achamos uma classificação adequada para elas, uma denominação que as distinga daquelas que, dizem que são Brinquedotecas, mas são apenas um conjunto de brinquedos colocados num canto qualquer.
Chegamos então à conclusão que a abrangência e a qualidade das Brinquedotecas são como a abrangência e a qualidade das Escolas: existem as que são bem montadas, bem conduzidas por profissionais muito competentes e que se tornam conhecidas pela qualidade de seu atendimento. Mas existe também aquela escolinha de telhado de sapé, que não tem nem carteiras, onde uma pessoa que tem apenas boa vontade recebe as crianças que querem aprender. Ambas são Escolas e ninguém vai pensar em fechar a Escolinha, mas sim em ajudar para que ela possa se tornar numa Escola melhor.
Assim também acontece com as Brinquedotecas: se a Escola é o lugar onde as crianças vão para aprender, a Brinquedoteca é o lugar onde as crianças vão para brincar . Grandes, pequeninas, melhores, piores, todas precisam ter educadores conscientizados da importância de sua missão. A Educação é uma questão séria e como tal precisa ser encarada.
*Nylse Cunha é  especialista em brinquedotecas, escritora, vice-presidente da Associação Brasileira de Brinquedotecas, diretora do Instituto Indianópolis e participou como convidada do Papo de Mãe sobre brinquedos e brincadeiras,  exibido em 09/10/2011.

DICA DE HOJE
Conheça o Instituto Indianópolis, que desenvolve um belo trabalho com crianças e jovens autistas e deficientes mentais. Acesse: http://www.indianopolis.com.br/.

Um comentário:

Cléo disse...

Achei muito interessante as, o programa e adorei as dicas e comentários. Bjs