Aos domingos, 15h30
Reprise aos sábados, 11 horas
Na TV Brasil

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Desaparecidos: onde eles estão???

Olá pessoal!
Quem já perdeu uma criança por alguns instantes sabe bem como é a sensação de desespero que toma conta da gente. Agora, imaginem para quem está há anos sem qualquer notícia do paradeiro de seu filho? O Papo de Mãe desta semana traz o tema DESAPARECIDOS.
Quem acompanhou o programa, se emocionou com os depoimentos de mães que perderam seus filhos e há anos estão sem notícias. É o caso de Ivanise Esperidião da Silva Santos, presidente da ONG Mães da Sé, que está a procura da filha desde 23/12/95. Sua filha, Fabiana Esperidião da Silva, desapareceu quando voltava da casa de uma amiga da escola, durante a noite, em Pirituba. Hoje, a menina estaria com 28 anos de idade.
Para Neusa de Moura o drama é o mesmo: seu filho, Leandro Annanias de Moura, desapareceu aos 17 anos de idade, em 08/09/2000, perto de sua residência. E lá se vão 10 anos de muita angústia, espera e nenhuma informação.
Não dá para descrever o sentimento de uma mãe cujo filho desapareceu. Como bem colocou a terapeuta Sílvia Lobo, lidar com o desaparecimento de um filho é muito diferente do que lidar com a morte. Embora ambos sejam casos dolorosos e de muito sofrimento, no caso da morte a pessoa sabe o que aconteceu. Os pais e familiares têm direito ao luto e a enterrar o seu filho. Já no desaparecimento, o que se tem é um vazio cercado de perguntas e nenhuma resposta.
Na verdade, o que se tem é o nada: nenhuma notícia, nenhuma informação, apenas a esperança do reencontro. Mas o que dá força a essas mães é justamente a esperança. Segundo Ivanise, mãe de Fabiana, “a única causa perdida é aquela que você abandona”, e nenhuma mãe desiste do seu filho, não é verdade?
Em respeito a todas essas famílias de crianças e jovens desaparecidos e à busca incansável pelo seu paradeiro, não se tem muito mais o que falar, mas sim, mostrar. Portanto,  seguem as fotos de alguns deles e o encarecido pedido do Programa para que vocês prestem bastante atenção e vejam se podem ajudar de alguma forma. 
Pedro Luis Caroli
Data de nascimento:29/6/1990
Data de desaparecimento:11/5/2009
Pedro,18 anos, vestia bermuda social azul marinho, camiseta branca com laranja e preto, tênis azul marinho.Estava a pé,visto a última vez no ponto de ônibus perto de casa. Pegou lotação sentido Pirituba e desde então sua família não teve mais notícias de seu paradeiro.


Sthefany Maria da Silva
Data de nascimento: 30/4/1998
Data de desaparecimento: 12/3/2010
Vista última vez próxima de casa, perto do Supermercado Compre Bem no bairro de Santa Josefina, em Santo Amaro/SP. Estava a pé e sozinha. Vestia Macacão bege com listras marron, sandália rasteira de plástico.





Jacqueline Santos Martins
Data de nascimento: 10/10/1989
Data de desaparecimento: 5/3/2010
Terminal de onibus Belém.SP.
Vestia blusa verde, calça preta, tênis cinza.

 

 
Eliaquim de Souza
Data de nascimento: 13/10/1997
Data de desaparecimento: 29/1/2010
Foi visto pela última vez em no Largo da Batata em Pinheiros - SP.


 



Natalina Natacha Soares Simões
Data de nascimento: 1/10/1996
Data de desaparecimento:3/12/2009
Saiu de casa com a irmã para ir ao campeonato da escola. A irmã voltou para casa e quando retornou à escola não a encontrou mais.


 


Naiara Ribeiro Lucas
Data de nascimento: 20/1/1992
Data de desaparecimento: 8/2/2009
Campo Grande- Mato Grosso do Sul


 




Leandro Annanias de Moura
Data de nascimento: 19/3/1983
Data de desaparecimento: 8/9/2000
São Miguel Paulista - São Paulo





Por enquanto é isto, pessoal. No decorrer da semana, publicaremos mais fotos. Acessem:  www.maesdase.org.br e confiram as fotos de mais desaparecidos.
No domingo, 13h30, tem reprise do programa, e na terça, 19h, também. Não percam!
Um grande beijo e até mais!

3 comentários:

paula disse...

Uma dor terível esta de nãos e saber onde o ente querido está, nem consigo suportar só d eimaginar, fazem bem como programa estarem ajudando essas mães e familiares, cada dia mais admiro o programae o trabalho d evcs.Olha não esqueçam de nos novos programas a serem gravados me convidarem vou adorar dar abraço fraterno e meu beijo d egartidão, o Papo de mâe mudou minahs noites e minha vida.Alice tbm adoraaaaaaa ouvir a vinheta e a musica no final tocada no violão e claro a boneca sapeca. bjs

Carolina disse...

Ola, estou postando este comentário, pq conheci o Pedro Luis Caroli, moravamos no mesmo bairro e estudamos juntos qndo crianças, hj em dia moro em outro estado, e quando vi na tv o desaparecimento dele, foi um grande choque para mim, fiquei muitoo triste e peço a Deus que ele seja encontrado logo, e que Deus de forças para a Família dele tbm,infelizmente perdi o contato com a família dele, e ñ sei mais notícias, ai pesquisando na net encontrei esse blog com a reportagem sobre desaparecidos, e infelizmente ele é um desses! Espero em Deus que ñ só ele, mas todos que estão desaparecidos sejam encontramos, para que essa dor que familiares, parente e amigos estão sentindo acabe!!!!
Fico por aqui com a esperança no coração de em breve receber uma ótima notícia!!!!
DEUS ABENÇÕE A TODOS!!!

Anônimo disse...

Boa noite. Não existe separação, para aqueles que se amam de verdade! Por mais tempo que seja que seu filho esteja desaparecido, ele não está longe, ele está ai, mais perto do que parece, em cada pensamento seu, na brisa que passa, no barulho da chuva no telhado, nas lágrimas que caem dos seus olhos já cansados de chorar, na primeira estrela que pinta no céu em cada começo de noite, naquele raio de sol que entra pela fresta da janéla, naquela oração que sempre vc faz de joelhos, com o pranto a escorrer pelo seu rosto triste, nas crianças que vc observa, pensando sempre nele. Sim ele está ai,nunca esteve ausente, sempre esteve perto, o amor traz pra perto, pra muito perto! Ele o amor, não aceita a distancia, quem ama sempre estara perto do ser amado, um pensamento comum, cruza todo o nosso planeta, do Brasil ao Japão. E o pensamento de uma mãe sofrida, por aquele que é um pedaço de sua alma? A esse pensamento cruza distâncias inimaginaveis, cruza todo o universo, e vai se alojar no coração de Deus! Mães, tudo têm uma razão de ser, nada é por acaso, vcs nunca foram, e nunca serão abandonadas! vcs são as eleitas do pai maior! Tenham paciência, todos nós estamos aqui de passagem, cada um têm a sua cruz para carregar, e se carregarmos nossas cruzes com resignação e amor, ai sim, um dia poremos essas nossas cruzes aos pés de maria, e ai todos reunidos, todos juntos, seremos uma grande familia, sem sofrimentos, e vivendo o amor, a felicidade, e a alegria na plenitude maxima, mas até esse dia, temos que ter fé, e sermos obedientes a Deus, e nunca, nunca, acusar Deus pelo o nosso sofrer, pois talves bem pertinho de nós têm alguém sofrendo até mais, mas nós nunca persebemos isso, pois ele sofre em silencio, porque sabe que tudo é passageiro, ele sabe que essa tempestade escura um dia ira passar, para deixar surgir um sol radioso que dura-ra pra sempre. Um abraço, demir