Aos domingos, 15h30
Reprise aos sábados, 11 horas
Na TV Brasil

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Como nasceu a ideia do programa e outras curiosidades...

Nesta entrevista, concedida à TV Brasil, Roberta e Mariana falam um pouco mais sobre o Papo de Mãe e antecipam detalhes dos programas já gravados.


Como será a dinâmica do Papo de Mãe?
Um programa de uma hora de duração, diferente de tudo o que está no ar atualmente. Um bate papo informal com informação e prestação de serviços – e com muito bom humor! Assim é o “Papo de Mãe”.

Apresentado por Mariana Kotscho e Roberta Manreza (as duas mães e jornalistas com larga experiência em televisão, amigas há 30 anos!), mães, pais e especialistas conversam sobre os mais variados assuntos: educação, saúde, relacionamentos, trabalho. Afinal, quando duas ou mais mães se encontram - mesmo que nunca tenham se visto - assunto é o que não falta. A cada programa, temas diferentes.

E já que vamos falar dos nossos filhos, eles também vão participar das conversas. Enquanto as mães batem papo, eles ficam num outro ambiente do estúdio sob os cuidados de Ricardinho (Ricardo Corte Real) e Boneca Sapeca (Janaína Moura).

O programa tem reportagens de Rosângela Santos e participações especiais de Davi de Almeida (entrevistas com os pais) e Pedrinho Tonelada (com histórias nas ruas).



Com uma linguagem inovadora, o programa conta ainda com a participação de dois cinegrafistas do estúdio. Eles são os palpiteiros de plantão: Maria Cândida, separada e mãe de uma adolescente, e Almir Padial – um solteirão sem filhos.

Como surgiu a ideia do programa?
Depois de trabalhar 17 anos como repórter de televisão – sendo 12 na Rede Globo – e com 3 filhos pequenos, Mariana percebeu que não conseguia mais conciliar a vida nas redações com a vida de mãe. Saiu da Rede Globo para ter mais tempo com os filhos sem abrir mão da profissão e pensou em unir a experiência como repórter com sua experiência como mãe: assim surgiu o “Papo de Mãe”. Um programa de bate papo sim, mas jornalístico também. Com a troca de experiências, informações e serviços todos aprendem!

Roberta Manreza, também jornalista e amiga de infância de Mariana, estava na mesma situação. Vivia o conflito entre a carreira e a maternidade. Juntas elas tocaram o projeto adiante. Depois de um ano de muito trabalho, o Papo de Mãe se tornou realidade.

Você, Mariana, tem três filhos. A Roberta, uma filha. Vocês acham que ser mãe é mesmo "padecer no paraíso"?
Mariana: acho que ser mãe é muita coisa ao mesmo tempo. É ter responsabilidades, amor, paciência. A vida muda completamente: o tempo, o ritmo das coisas, suas prioridades. Ser mãe é aprender a viver dentro de um novo universo que se abre a nossa volta quando os filhos nascem.

Roberta: acho que ser mãe é viver emoções inimagináveis. Dizem que só quem é mãe sabe o verdadeiro sentido da expressão “amor incondicional”. Só que ser mãe também é um desafio diário: ensinar e aprender, dar e receber, errar e consertar. Por isso a troca de experiências com outras mães é tão importante.

O Papo é pensado para qual público?
Para toda a família. Vai interessar mães, mulheres que ainda não são mães e querem se informar, vai interessar aos pais, avós, tios. Afinal falar de filho é conversar sobre as relações familiares em geral. Os filhos também podem assistir ao programa junto com os pais. O Papo de Mãe pode provocar conversas muito interessantes entre pais e filhos em casa.

Quais os temas dos primeiros programas?
Parto, limites, conflito carreira x maternidade, como evitar acidentes com crianças e adolescentes, adoção, ter muitos filhos nos dias de hoje.


Quais histórias dos programas já gravados vocês destacariam para chamar a atenção dos nossos telespectadores?
Todos os programas têm algo especial. Seja uma curiosidade, comentários engraçados, histórias emocionantes.

1) Programa sobre Parto: Trocamos informações sobre os tipos de parto – cesárea, normal... Parto no hospital e em casa. No estúdio, recebemos o PM que fez o parto de uma moça no carro da polícia. A moça e o filho também participam. Também foi ao estúdio uma moça que teve o filho em casa numa banheira inflável. O bebê ficou durante o programa mamando no peito da mãe. Uma grávida participou para tirar dúvidas com especialistas e mães mais experientes. Reportagem especial sobre parto normal.

2) Programa sobre Limites: mães trocam experiências sobre educação dos filhos desde bebês até a adolescência. O psiquiatra e educador Içami Tiba dá várias orientações. Programa pontuado por polêmicas. Uma mãe liberal discutiu com uma adolescente conservadora sobre o namorado poder ou não dormir em casa. Reportagem especial com crianças e adolescentes sobre os limites.

3) Programa sobre Carreira X Maternidade: mulheres bem diferentes trocaram experiências. Tem a que prioriza a carreira, a que abandonou a carreira. Consultora em RH dá dicas. Psicólogos dão orientações. Participação de um pai que cuidou sozinho do filho.



4) Programa sobre como evitar acidentes: mães que já perderam seus filhos deram depoimentos emocionantes. Falamos sobre cuidados dentro e fora de casa...afogamentos, quedas de cavalo, fogo, intoxicações. Um programa com muita informação e serviço.

5) Programa sobre adoção: mais um programa cheio de emoções. Conversamos com mães, pais e filhos adotivos. Muita informação sobre o tema – importante para quem pensa em adotar.

6) Programa sobre muitos filhos nos dias de hoje: mulheres com 4, 7, até 12 filhos. E com os tratamentos para fertilidade então: trigêmeos, quadrigêmeos. No estúdio, uma mãe de 12, outra de 7 (sendo quadrigêmeos) e uma grávida de trigêmeos.

O que os telespectadores podem esperar do Papo de Mãe?
Um programa que vai prender a atenção do telespectador do começo ao fim. Histórias de vida com emoção sem apelação. Troca de experiências, serviços. O programa é dinâmico, cheio de comentários. Humor com conteúdo. Participação das crianças e adolescentes. Ricardo Corte Real cuida das crianças, entrevista, grava imagens, toca violão. O programa recebe pessoas de todas as partes do Brasil e tem informações sobre o que acontece em diferentes estados brasileiros. Além da Repórter Rosângela Santos, outros dois repórteres são especiais e vão cativar o público. São Davi de Almeida e Pedrinho Tonelada.

Como o programa reúne pessoas do país todo, é possível mostrar a diferença de costumes entre famílias de um estado para o outro. Papo de Mãe reúne todos os sotaques.
Entre os participantes dos primeiros programas estão: paulistas, cariocas, baianos, gaúchos, curitibanos, cearenses, um holandês....

Ah, e o cenário também é uma atração. Muito bonito e envolvente!!!!!!

12 comentários:

Nanda disse...

Parabéns! O site ficou lindo. Tô aguardando a estréia do programa, na primeira fila! Um beijo,
Nanda

Lau Baptista disse...

Mariana e Roberta, parabéns!
O site ta bem legal e o programa promete.
Uma dica que acho pode ajudar ao longo do programa.
Cláudia Rodrigues, que não é a atriz e comediante. É jornalista e terapeuta reichiana com um belo trabalho com mães e partos.
http://buenaleche-buenaleche.blogspot.com
Abraços e boa sorte!
Lau Baptista

Ana Clara disse...

adorei a ideia do programa!!!!
quero participar algum dia, se nao for muita audacia da minha parte.
vi pela enquete que voces pensam em fazer um programa sobre bulling. o que posso dizer aqui é que fui vitima na escola. sei bem como é terrivel!! Hoje sou mãe do Luiz Philippe, que fará 10 meses semana que vem!
abraços!

Papo de Mãe disse...

Obrigada pessoal!

Ana Clara, você pode escrever para papodemae@ebc.com.br contando sua história?

Beijos!

Bela Adormecida disse...

Também estou na mesma sinuca entre carreira e profissão. Há um preconceito velado no mercado de trabalho contra gestantes e mamães. E eu pergunto: "Como foi que essas pessoas nasceram?" Todo mundo saiu de uma barriga, de uma mulher, não é mesmo?! Estou muito feliz com a iniciativa de vocês. Vale a pena discutir o assunto e ainda assim mostrar que podemos ser grandes profissionais e exemplo para os nossos filhos.

Papo de Mãe disse...

É verdade, Beatriz. É muito complicado conciliar a carreira e a maternidade. Todas nós sabemos muito bem disto e vemos de tudo por aí: mães que abandonam a carreira para se dedicar integralmente aos filhos, mães que mudam de profissão para terem horários mais compatíveis com a maternidade e mães que conseguem com sucesso conciliar a carreira cuidando dos filhos...

E não podemos deixar de lembrar que existem pais na mesma situação!!!

Enfim, este programa promete!!!

Renata Ilha disse...

Que ótima idéia esse programa, gurias! A minha dica é que criem um espaço nele para os Papais se sentirem acolhidos, tipo um pequeno quadro com dicas para os papais em relação aos seus filhos, oou mesmo mensagens de pai para pai, algo como as gurias do mamíferas fizeram no mês dfe agosto, abrindo espaço para ouvir os "papíferos": http://mamiferas.blogspot.com/2009/08/um-olhar-sobre-paternidade-ativa-e.html

Muito sucesso a vocês!

Abraço!

Renata

Mariana/apresentadora disse...

Ah, Renata!
Já pensamos nisso. O reporter Davi de Almeida tem o quadro "A vez do Pai". E sempre que possível convidamos os pais para participarem do Papo de Mãe no estúdio. Não deixe de conferir!!!!

beijos
Mariana Kotscho

lili disse...

Oi Mari,
Adorei sua entrevista e o layout do site/blog, super claro, gostoso de visualizar. Dá mesmo vontade de ler!
Parabéns pela ideia genial.
Beijos,
Lili (da Ju e do Ra)

Papo de Mãe disse...

Que bom que você gostou, Lili!
Beijos
Clarissa

Thelma Torrecilha disse...

Gostaria de dizer para a Mariana que quando a vi menininha começando na TV Record nunca imaginei que teríamos a mesma idéia para mudar o rumo profissional. Ela é muito mais jovem do que eu. Lembro da Mariana grávida pela segunda vez. Na época ainda nos encontrávamos em reportagens. Depois do terceiro filho, também resolvi unir maternidade e jornalismo, tenho um blog sobre desenvolvimento infantil. Estou adorando esse novo trabalho e gostaria de trocar experiências com vocês.
Desejo muito sucesso para o programa, vou acompanhar!
Beijos
Thelma Torrecilha

Mariana disse...

Meninas,
Estamos selecionando as mães para participarem dos próximos programas. Os assuntos são variados: natal, ano novo, hora de dormir, amamentação, avós e câncer.
Caso queiram participar, por favor, me mandem seus contatos por e-mail:
marianaverdelho@papodemae.com.br ou
marianaverdelho@gmail.com
Aguardo o contato de vocês!
Obrigada
Mariana Verdelho
pauta